em Notícias

Criadora da análise corporal da relação e co-criadora da Psicomotricidade Relacional em parceria com André Lapierre, a doutora em análise corporal da relação e em psicomotricidade relacional, Anne Lapierre encerrou as atividades do III Congresso Internacional de Psicomotricidade Relacional, que aconteceu de 13 a 15 de setembro, em Curitiba, sob a organização da Associação Brasileira de Psicomotricidade Relacional – ABPR. Fizeram parte da mesa de encerramento do evento os presidentes do Congresso, Leopoldo Vieira, e da ABPR, Luis Martini.

“É emocionante ver psicomotricistas de todo o Brasil e também de outros países compartilhando práticas e contribuindo para a consolidação da Psicomotricidade Relacional nas áreas da saúde, educação e bem-estar social”, afirmou Anna, lembrando que, há 40 anos, seu pai questionava que era preciso investir na formação pessoal dos adultos para que fossem capazes de cuidar melhor das crianças.

Destacou a máxima da Psicomotricidade Relacional, que diz que movimento é vida é relação e emoção. E o psicomotricista relacional não pára no tempo, muito pelo contrário, está em constante evolução e em construção. “Somos interessados pelas novas descobertas científicas como a neurociência e a plasticidade cerebral, e estamos articulados com a teoria da resiliência”, sublinhou.

Para Anne, o psicomotricista relacional tem a capacidade de explorar na prática as relações corporais significativas, gerenciar e controlar as reações. “O gesto, o olhar, o tônus muscular falam de nossos sentimentos, de nossos medos, desejos e conflitos. Nosso corpo é a nossa presença no mundo. É nossa identidade”, assinalou. “O psicomotricista relacional deve integrar o saber fazer ao saber ser, compreendendo a si mesmo, num trabalho de evoluir e se articular no contexto dinâmico das vivências”, observou.

Em seu pronunciamento, Leopoldo Vieira disse não ter mais palavras para traduzir o que sentiu, o que escutou e o que vivenciou nesta terceira edição do congresso, agradecendo aos presentes pelas experiências compartilhadas e as relações vivenciadas.

O presidente da ABPR, Luis Martini, após agradecer a todos os envolvidos na realização do congresso e aos participantes, anunciou, ao lado de Ana Malheiros (coordenadora do CIAR-SC), que o IV Congresso Internacional de Psicomotricidade Relacional será realizado em Florianópolis (SC), em 2020.

Antes de dar por encerradas as atividades do congresso, Leopoldo Vieira entregou o certificado de formação para trabalhar com adultos em Psicomotricidade Relacional, realizado na Universidad de La Laguna (ULL), na Espanha, a Josefina Sanchez, Miguel Llorca e Talía Cristina Morillo.

Postagens Recentes
Comentários

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

ACESSE A ÁREA DE EMISSÃO DO CERTIFICADO

angle-double-right
angle-double-left